Grandes projectos são feitos com grandes pessoas: consulte aqui as oportunidades.

Grandes projectos são feitos com grandes pessoas: consulte aqui as oportunidades.

Pesquisa operacional

A investigação realizada em campo vai analisar a eficácia das acções de segurança alimentar e nutricional na diminuição da desnutrição crónica e da mortalidade em crianças com menos de cinco anos.

A pesquisa operacional é um método analítico de solução de problemas que ajuda à tomada de decisão. É utilizada sobretudo para analisar sistemas complexos do mundo real, com o objectivo de melhorar ou optimizar o desempenho. Ou seja, a pesquisa é “operacional” no sentido em que é uma investigação/intervenção em condições reais, realizada no terreno e não em meio controlado (em laboratório, p.e.): tal permite observar, na prática, os problemas identificados, recolher dados, fazer análise e posterior avaliação, para avançar com possíveis soluções. 

O projecto CRESCER tem como objectivo a partilha de conhecimento numa vertente prática, e funcionar como motor de mudança ao gerar conhecimento e promover avanços científicos.

Elena Trigo Esteban, coordenadora-geral do projecto CRESCER em Angola

CRESCER no terreno

Inserido no FRESAN, o projecto CRESCER – Pesquisa operacional contra a desnutrição crónica infantil em Angola tem como meta contribuir para a transferência de conhecimento sobre a eficácia de acções na nutrição em contexto de seca, para conter a desnutrição e reduzir a mortalidade em crianças menores de cinco anos.

Neste quadro, o CRESCER está a fazer um ensaio comunitário aleatório, por clusters ou grupos (conjunto de pessoas com características comuns) junto da população-amostra identificada para o estudo de investigação sobre desnutrição crónica infantil. A pesquisa abrange quatro comunas – Libongue, no município de Chicomba, e a comuna Jamba Sede, no município da Jamba (província da Huíla); a comuna de Otchinjau, no município da Cahama, e a comuna de Mupa, no município de Cuvelai (no Cunene). O que envolve:

Desenho do estudo MuCCUA (Mother and Child Chronic Undernutrition in Angola)

Ensaio comunitário aleatório para identificar estratégias a adoptar no sentido de reduzir a mortalidade e a desnutrição crónica em crianças menores de cinco anos e a sua relação custo-efectividade.  O que implica a identificação da amostra populacional do estudo: 1440 grávidas entre as quatro comunas-alvo (360 mulheres por comuna); e as intervenções de atendimento-padrão num total de 56.674 beneficiários: de desparasitação periódica de crianças abaixo de cinco anos, suplementação com vitamina A, promoção de práticas sobre água e saneamento, profilaxia da malária durante a gravidez e um pacote de medidas de promoção da saúde através de Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (ADECOS).

Formação de 222 ADECOS

Nos quatro municípios, com implementação do atendimento-padrão do estudo MuCCUA através de intervenções sensíveis à nutrição com eficácia demonstrada, para a melhoria das condições de vida nas comunidades, prestando especial atenção às grávidas e crianças com menos de cinco anos.

Mais de 70 lideranças tradicionais e comunitárias sensibilizadas em questões de desnutrição infantil

A estratégia implementada pelo CRESCER visa dar a conhecer à comunidade e lideranças o tipo de estratégias e intervenções relacionadas com a desnutrição crónica.

Apoio na tomada de decisão

No final, o estudo resultante vai permitir gerar provas sobre as estratégias a adoptar para reduzir a mortalidade e a desnutrição crónica em crianças menores de cinco anos. Os dados do estudo vão ser divulgados e partilhados com os beneficiários, com o Governo de Angola e parceiros multissectoriais, tendo como intuito informar sobre as intervenções mais eficazes. O objectivo é poder ajudar na tomada de decisão sobre as estratégias a ser implementadas nestas e noutras áreas do país. As acções propostas resultam assim da pesquisa operacional no terreno, permitindo que as estratégias identificadas possam ser replicáveis e extrapoladas para outras localizações/a nível nacional.