Grandes projectos são feitos com grandes pessoas: consulte aqui as oportunidades.

Grandes projectos são feitos com grandes pessoas: consulte aqui as oportunidades.

“A água chega para todos e é boa para beber” – Maria Mwanyengwange, do GAS em Oifidi

Maria Mwanyengwange, 53 anos, vive em Oifidi, no município de Cunhama, no Cunene. Com uma família grande para cuidar de cinco crianças e sete adultos, Maria acarreta todos os dias água e lenha para casa; e trabalha na lavra, para ter alimentos e garantir que nada falta. E não só: enquanto vice-presidente do Grupo de Água e Saneamento (GAS), gere a bomba de água que alimenta o ponto recentemente reabilitado pelo Projecto Acesso Sustentável a Água Potável nas Zonas Rurais da Província do Cunene, implementado pela DW – Development Workshop e subvencionado pelo Camões, I.P. no âmbito do Programa FRESAN, em parceria com a Empresa de Água e Saneamento do Cunene.

Em Oifidi, localidade na comuna de Ondjiva, a população beneficiária do FRESAN é de 545 habitantes, a que se somam 1589 bovinos e caprinos. Maria, que vive há muitos anos na aldeia, explica que “o ponto de água que nos servia ficou quatro anos sem trabalhar”. E recorda como a comunidade era obrigada a percorrer “longas distâncias para buscar água em cacimbas e chimpacas para beber, dar de beber aos animais e satisfazer outras necessidades como cozinhar, tomar banho ou lavar a roupa”. Hoje, “a água chega para todos e é boa para beber, pois já não temos doenças como diarreia ou febre tifóide”, afirma com entusiasmo junto da infra-estrutura reabilitada no âmbito da intervenção FRESAN/Camões,I.P. A comunidade organizada em torno do GAS sente-se dona deste bem comum, o que permite aos seus membros expressar opiniões e participar na gestão do ponto de água, promovendo a higiene e o saneamento, assim como a manutenção da infra-estrutura. O ponto de água tem também permitido regar uma horta adjacente para a produção de diferentes culturas, da qual a comunidade beneficia.

Os olhos de Maria brilham em todas as direcções e convidam-nos a espreitar o mundo que mais a anima: cuidar das crianças e dos netos. “Queria que se construísse uma escola na comunidade”, conclui, desafiando as diferentes estruturas que sabe serem necessárias para alimentar um mundo mais digno e mais justo.

Data: 15 de Setembro de 2022