FRESAN apoia formação de tratadores de gado para promover o acesso de criadores tradicionais a serviços de veterinária

O FRESAN – Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional em Angola, financiado pela União Europeia e co-gerido pelo Camões, I.P., está a apoiar a realização de uma formação de tratadores de gado nas províncias do Cunene, da Huíla e do Namibe. A acção de capacitação, coordenada pelo Instituto de Serviços de Veterinária (ISV), visa promover o acesso a cuidados veterinários e contribuir para o aumento da produção animal enquanto estratégia de promoção da segurança alimentar. Estão a ser formados 160 tratadores de gado, entre 14 e 25 de Fevereiro, em oito municípios de intervenção do FRESAN.

As três províncias de intervenção do Programa FRESAN têm um efectivo animal de 1.410.200 bovinos. Assegurar a saúde animal e contribuir para o aumento da produção animal implica aceder a serviços veterinários de qualidade e com regularidade. Os tratadores de gado, seleccionados nas comunidades locais, vigiam, prestam cuidados de saúde e apoiam a produção animal junto da população. Devido à vastidão do território das províncias e à dificuldade de aceder a serviços centralizados, a assistência veterinária de proximidade tem, assim, um papel fundamental no acesso a serviços veterinários e na redução de custos para os criadores tradicionais de gado.

Durante os cinco dias de formação os tratadores de gado vão poder aprofundar conhecimentos sobre conteúdos relacionados com saúde e bem-estar animal, incluindo estratégias para aconselhamento a criadores, prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças, utilização de medicamentos e vacinação de animais. Para poderem implementar as actividades de vigilância e tratamento dos animais, bem como apoiar as campanhas de vacinação animal, os formandos vão receber kits veterinários. O apoio financeiro do FRESAN a esta actividade ronda os 71.000 euros.

Data: 14 de Fevereiro de 2022