FAO prossegue trabalho de implementação das Escolas de Campo

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) tem estado a trabalhar no planeamento e na preparação das estruturas-base de gestão para implementar as Escolas de Campo de Agricultores (ECA) nas províncias do Cunene, da Huíla e do Namibe. Trabalho que vai contribuir para a sustentabilidade das 225 ECA sob implementação da FAO no âmbito do Programa FRESAN – Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional em Angola.

Uma vez identificados os camponeses interessados em fazer parte destes grupos de Escolas de Campo, são testadas as capacidades didácticas de alguns deles, posteriormente seleccionados como facilitadores. Estão também a ser eleitos os membros das comissões de gestão destas mesmas ECA. Após a selecção, os facilitadores passam por uma sessão com os formadores mestre (master trainers), a fim de ficarem capacitados para liderar as sessões de trabalho e de aprendizagem das ECA.

A par disso, os master trainers têm também liderado o trabalho de aprendizagem das ECA, com o delinear das parcelas no campo, a implementação de alfobres e a criação de jangos (pontos de encontro) para as reuniões dos agricultores. Em Outubro procedeu-se à entrega dos kits de arranque em algumas ECA, compostos por ferramentas, sementes diversas e materiais de irrigação.

Fonte: FAO (15-12-2021)